Gladiadores Romanos

33

Um túmulo localizado em York, na Inglaterra, onde cerca de 80 jovens foram enterrados está fornecendo algumas informações nunca vistas pelos pesquisadores. Ele revela os perigos que enfrentavam com gladiadores romanos. Os restos data cerca de 1.800 anos e foram originalmente teorizados para serem vítimas de luta militar contra os rebeldes. Estima-se que eram lutadores do esporte sangrento.

Os pesquisadores determinaram que os músculos dos braços direitos eram mais poderosos, algo que os romanos escreveram sobre seus gladiadores. Isso porque eles treinavam desde a adolescência. Outro fator importante é o fato de terem sido decapitados. A remoção da cabeça de um adversário era um fim comum de uma luta na arena. Além disso, há marcas de mordidas de leões e tigres em alguns ossos. O estudo mostra um pouco do que os gladiadores passavam no seu dia-a-dia.